pagina inicial Petrobras
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Protegendo tartarugas e oceanos

12/06/2020 - A Semana dos Oceanos que já faz parte do calendário do Projeto Tamar / Fundação Tamar, se estende até o dia 16, quando se comemora o Dia Internacional da Tartaruga Marinha. ↓

A comemoração do Dia Internacional dos Oceanos foi proposta durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento, em 1992, no Rio de Janeiro, que ficou conhecida como ECO-92. Porém, só passou a ser oficialmente comemorada por uma resolução da ONU em 2008. Desde então, o mundo todo comemora este dia “08 de junho” como um momento de reflexão sobre a importância dos oceanos para a humanidade e a urgência na tomada de medidas para sua proteção.

Como o Dia dos Oceanos vem logo depois do Dia Mundial do Meio Ambiente (05/06), e um único dia é pouco para debates tão importantes, estas datas são comemoradas em forma de “ Semana dos Oceanos” em várias partes do mundo. São realizadas palestras, oficinas, debates, eventos culturais, mutirões de limpeza de praias e ações diversas com a finalidade educativa de despertar a opinião pública para essa questão tão relevante para sobrevivência do ser humano no planeta. Assim também faz o Projeto Tamar / Fundação Pró-Tamar, que todos os anos apresenta uma agenda repleta de atrações para celebrar.

Cerca de 71% da superfície do planeta é coberta pelos oceanos. As variações de temperatura e deslocamento de massas de água têm papel fundamental na regulagem do clima do planeta e da umidade nas regiões costeiras, influenciando diretamente na vida de cerca de 40% da população mundial que vive a uma distância menor de 100km do litoral. Os oceanos têm um papel fundamental na geração de oxigênio e nos ciclos de carbono e nitrogênio. Cerca de 1 bilhão de pessoas depende da pesca como fonte de alimento, principalmente nos países em desenvolvimento, e cerca de 10% da população mundial depende da pesca e da aquicultura para seu sustento.



 

Para orientar o processo de recuperação e conservação do planeta, a Organização das Nações Unidas (ONU) lançou em 2015 uma agenda com 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) e devido a importância dos oceanos, foram propostas metas especificamente relacionadas a sua preservação: “Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável” (ODS14).

Cabe ressaltar que diversas ações realizadas pelo Projeto Tamar/Fundação Pró-Tamar ao longo de seus 40 anos de atividades convergem para estas metas (http://www.agenda2030.org.br/ods/14/):

. “Prevenir e reduzir significativamente a poluição marinha de todos os tipos (...)
. Gerir de forma sustentável e proteger os ecossistemas marinhos e costeiros para evitar impactos adversos significativos (...) 
. Conservar pelo menos 10% das zonas costeiras e marinhas, de acordo com a legislação nacional e internacional, e com base na melhor informação científica disponível (...)
. Aumentar o conhecimento científico, desenvolver capacidades de pesquisa e transferir tecnologia marinha (...) 



 

Neste ano, o tema proposto pela ONU para o Dia dos Oceanos foi "Inovação para um oceano sustentável". A Conferência dos Oceanos da ONU de 2020 que seria realizada em Lisboa, nesta semana, impulsionaria a discussão de novas ideias, métodos e produtos para o uso sustentável e recuperação dos oceanos. Entretanto, precisou ser adiada por conta da pandemia do COVID-19. Pelo mesmo motivo, o Congresso Mundial da União Internacional para Conservação da Natureza (IUCN), importante fórum para discussão da proteção da biodiversidade, que aconteceria na próxima semana, na França, também foi cancelado.

Apesar do caráter de urgência que se apresenta em relação a conservação dos oceanos, estes eventos importantes para conservação dos oceanos e da biodiversidade foram suspensos, priorizando-se neste momento a proteção da vida humana.

Mas esta “parada”, ainda que indesejada, tem despertado a atenção de muitas pessoas para reflexão sobre o modo de vida moderno e de seus impactos no meio ambiente e na saúde humana. O isolamento social obrigatório tem servido como “experiência” para as famílias repensarem suas reais necessidades de consumo, valorizarem mais o tempo que passam juntos e tem mostrado quanta falta faz ao ser humano uma atividade ao ar livre num ambiente saudável.

Quem sabe após o controle mundial efetivo da pandemia, o momento não seja propício para o repensar uma nova forma de relacionamento do ser humano com o planeta?

Para o Projeto Tamar / Fundação Pró Tamar a Semana dos Oceanos sempre se estende até dia 16 de junho, quando se comemora o “Dia Internacional da Tartaruga Marinha”. A data foi escolhida em homenagem ao pesquisador Norte Americano Dr. Archie Carr, nascido no mesmo dia. Doutor pela Universidade da Flórida, onde lecionou até o final de sua vida, Archie Carr começou a trabalhar com tartarugas marinhas na década de 50 e foi o pioneiro nos programas de proteção destes animais. Sua obra é um legado científico de grande importância para toda comunidade tartarugueira em todo o mundo! 

Acompanhe a comemoração da Semana da Tartaruga Marinha nas nossas redes sociais!  Acesse: @projetotamar e @projeto_tamar_oficial

Tartaruga Tartaruga-cabeçuda ou Tartaruga-mestiça

Regência - ES

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores

Petrobras